Home

José Padilha nem parece da patota dos cineastas brasileiros.

Na contramão de praticamente todos.

Já nos deu “7 Dias em Entebbe”, “Garapa”, “Tropa de Elite” 1, e 2, “Narcos” da Netflix, lembrando que foi praticamente descoberto com o documentário “Ônibus 174”.

Nada do que fez, até hoje, é medíocre. Pelo contrário. Há obras-primas. “Estamira” e ” Os Carvoeiros”, por exemplo. Para não lembrar “Tropa de Elite” 2.

Politicamente “incorreto”, permanece na trincheira que não aplaude o Lulopetismo, tampouco a esquerda.

Periodicamente escreve coisas simples e saborosas.

Por exemplo: “Lula recebeu R$27 milhões por palestras para empreiteiras pegas nas Lava/Jato, mas não há uma única foto postada por alguém que tenha assistido a uma destas”.

– Em um tribunal isto não configura provas, completa Padilha.

Por ser talvez um homem do audiovisual, ele fica lembrando essas obviedades.

Grande e genial José Padilha.

A imagem pode conter: 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s