Home

Catherine Deneuve 111.jpg
Existem assédios invasivos, grosseiros, inconvenientes, desastrados, ofensivos, criminosos, rasteiros, que merecem, com soberba justiça e aquiescência de Deus, uma estupenda bolsada no rosto.

E, no entanto, qual a mulher que não se encanta, não fica envaidecida, não agradece a Deus, e à sua costureira, ser divinamente celebrada, pelo menos olhada, quando caminha, até descalça, seus encantos e tristezas, exibindo pelo menos uma saia de chita barata e algodão vagabundo?

Me respondam se vale a pena abdicar dessa coisa que é a celebração de seus passos, a desenvoltura de sua cintura, o balançar de seus ombros – e aqui está Deneuve nos provando – o doce encanto de seus cabelos indomáveis, o olhar tímido e dissimulado, mesmo não sendo Capitu, de seus olhos farsantes?

Se tudo isso já nada lhes diz é melhor evoluir para uma outra espécie.

É melhor, quem sabe, Donald Trump e Kim Jong-un, finalmente ensandecidos, partirem para a briga xingando suas respectivas mães, garantindo, cada um, que são cafetinas de bordel de garimpo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s