Home

violência 1
Em 14 anos – 2001/15 – foram assassinadas no Brasil 786 mil pessoas.

Poucas guerras produzem tão grande barbárie.

Assusta o mundo.

Temos eleições em 2018 e dois candidatos a presidente oferecem dados curiosos em seus currículos.

Bolsonaro é um ex-paraquedista, que sonhou bombardear escolas e quartéis.

Homofóbico, racista, preconceituoso, faz a apologia da violência, defende a eliminação de pessoas investigadas, ou condenadas, visível déficit cultural, na contramão da ciência, dos direitos direitos humanos, enfim, dos avanços da civilização.

Chega a ser contra o aborto, mesmo com a vítima estuprada, e assim por diante. Aposta, cegamente, é o que parece, na violência.

É a representação mais alvissareira de todos àqueles que sonham com a “paz” dos governos militares.

Lula, já condenado a mais 9 anos de prisão, tendo que responder a um tríplex na orla de Santos, a um sítio em Atibaia, SP, ao mensalão, ao petrolão, ocupa a liderança nas pesquisas.

Durante a Campanha terá que explicar melhor o enriquecimento dos filhos, a fortuna da esposa, e, agora se sabe, o desembolso de 1 milhão de dólares de Kadafi para ajudar sua eleição em 2002.

Como então se assustar, virar notícia, o assassinato de quase um milhão de pessoas, sem guerra declarada, no país que tem o povo mais alegre e feliz do mundo?

Há mais; quando surgem jovens procuradores do MPF, delegados da PF, juízes, agentes da Receita tentando investigá-los são demonizados, apontados como infratores, fascistas, desonestos, a serviço da direita e do capitalismo desumano.

Ou somos hipócritas, profundamente, ou inocentes demais.

Essa matança, portanto, não é novidade, não merece o destaque de notícia nova, tampouco manchete, ou mesmo “chamada” de 1a página.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s