Home

Gilmar Mendes e a filha de barata

Narrativa das vantagens dos parentescos; a Operação Ponto final prendeu Jacob Barata. Gilmar Mendes, ministro do STF, de férias, retorna e tira Barata da cadeia.

Ora, que absurdo, manter um Rei, o “Reio do Ônibus”, preso!

Por novas provas, Marcelo Bretas, o juiz, o devolve à prisão.

Aí a coisa esquentou; injuriado, Gilmar manda soltá-lo em menos de 24 horas.

O que é isso, companheiro? Peitar um ministro do STF? Corta essa.

Esta última intervenção, diante de um cidadão que presta tão relevantes serviços à mobilidade urbana da população fluminense, levou novamente Gilmar Mendes a ficar bravo, pisar nas tamancas.

Logo ele, que não suporta que se quebre a liturgia do poder, retira novamente Jacob Barata da deplorável prisão.

Detenção em presídio não é endereço para os homens de bem, que fique claro.

Ah, sim, Gilmar Mendes é padrinho de casamento da filha de Barata.

Há mais; seu cunhado é sócio do “Rei dos Ônibus”.

E a esposa do ministro, dona Guiomar Mendes, é sócia do escritório de advocacia que defende as empresas de Jacob Barata.

Lá atrás, aos tempos de Janot, a PGR propôs a suspeição de Gilmar Mendes, por óbvio, assim nos parece.

A presidente do STF, Carmen Lúcia, cumpriu o protocolo, e ouviu Gilmar Mendes.

Mas teve o cuidado de não submeter o caso ao Plenário da Corte.

Mais um “case” em que nossa ministra Carmen Lúcia, na qual tanto apostamos, na contramão de tudo o que ela sinalizou, e até hoje vocaliza, nos decepciona, nos faz até ter vergonha do Brasil atual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s