Home

orgulho gay 11
A última passeata do Orgulho Gay foi um sucesso, um milhão de participantes, em Copacabana, Rio.

Elas têm acontecido não só no Sul/Sudeste, que dita os comportamentos para o resto do país, como não menos nas grandes capitais do Ocidente.

Muito bom, e finalmente o reconhecimento dos direitos das minorias – minorias? – que só agora, depois de 2 mil anos de prevalência judaico-cristã, conseguem exibir seus direitos sagrados e legítimos.

Conforme diz o refrão pertinente, corajoso, excludente e definitivo; “beijo ele, beijo ela só não beijo a boca do Crivella.”

Sim, porque esse prefeito é a longa noite de mil anos da Idade Média.

Sair do armário, acentuam, numa linguagem com metáfora curiosa e transparente.

E, no entanto, nesse andar da carruagem, não demora que todos os héteros vão ter, que publicamente, pedir desculpas.

Reconhecer, calçando sandálias franciscanas, que erraram, erraram demais, e prometer rever opções sexuais caretas, medievais e reacionárias.

Sim, com todo o venerando respeito, e já pedindo desculpas, rogo aos céus bater minhas botas antes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s