Home

Gilmar Mendes e Lewandowski
Em Cuba, recentemente, disse a um amigo que no Brasil, apesar das profundas injustiças sociais, de uma elite corrupta e criminosa, havia o equilíbrio e respeito às instituições.

Não éramos ainda uma Venezuela.

Talvez estivesse errado.

Assistir a um ministro do STF soltar um corruptor, portanto criminoso, afrontando à própria Justiça, humilhando juízes de 1a e 2a Instancias, que já o prenderam três vezes, e três repetidas vezes libertado, é algo que entristece, deprime, nos faz perder a fé, nos envergonha, e mostra a verdadeira cara de um país regido pela ideologia da Casa Grande.

Não à toa fomos o último, em todo o Ocidente, a fazer cessar a estupidez da escravidão.

Depois até mesmo de Cuba.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s