Home

O presidiário Sergio Cabral optou ontem pela estratégia de seu amigo e parceiro, Lula da Silva, que tentou peitar e desqualificar o juiz Sérgio Moro durante um dos processos a que responde o ex-presidente.

Cabral esquece que Lula recuou, percebeu não ser esse o melhor caminho, e esquece, de forma dramática que ele, absolutamente, não tem o cacife do Pai dos pobres.

Prepotente, arrogante, se auto vitimizando, ignorando seus crimes, afirma diante de Marcelo Bretas, que o julga, estar sendo injustiçado.

É muita cara de pau.

É a verdadeira face atual do Brasil de hoje. Principalmente de sua elite envolvida nos mais diferentes crimes. 

Ainda ontem Renan Calheiros, da tribuna do Senado, censurava Michel Temer, do mesmo partido, por perseguir o arquivamento de seus crimes.

O sujo falando do mal lavado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s