Home

Dom Pedro Casaldaliga

Estivemos em Cuba, Raquel Aristi presente, belo país, belo povo. E, no entanto, uma coisa, entre outras, fica gritante; inexiste Liberdade.

Daí resgatar Dom Pedro Casaldáliga, bispo catalão, e com o qual tive a felicidade de escrever, “Nós, do Araguaia”,hoje esgotado.

Vejamos um dos trechos de Pedro, refletindo sobre a liberdade, nos anos 70, anos de chumbo do Governo militar, que ele enfrentou de forma soberba.

Minha filha, Francisca Libertad, nasceu ao tempo em que escrevíamos o livro.

“É uma palavra que deveríamos escrever em todas as folhas, em todas as asas dos pássaros, em todos os postes do mundo, em todas as primeiras e últimas pedras de todos os prédios, casas, e todas as crianças deveriam se chamar Liberdade. Eu tenho um poema, em que digo à minha mãe, que se ela me batizasse outra vez, que pusesse o nome de Pedro Liberdade.”

Nós do Araguaia - Capa.jpg 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s