Home

Sergio Cabral - dança dos guardanapos

Quer dizer que o empresário Fernando Cavendish, dono da Delta Construções, foi vítima de uma “armação” de Sergio Cabral, nos idos de julho de 2009, no paraíso de Mônaco, coração sofisticado da Europa.

Teria, o encurralado Cavendish, sido obrigado a dar de presente um anel de R$800 mil a Adriana Ancelmo, esposa do então Governador?

O Rio de Janeiro nadava em dinheiro com os royalties do petróleo, a Delta tinha o maior número de contratos e prestação de serviços com o estado, Fernando era amigo-irmão de Cabral, Cabral era amigo dileto e estreito de Lula e Dilma.

Fernando paparicava a união do casal, Adriana faria anos no dia seguinte, e as rodas de guardanapos, nos mais caros restaurantes europeus, faziam a festa.

Principalmente em Paris, cidade Luz, os guardanapos, nas cabeças mais invejadas do Rio, sinalizavam a bonança.

E o país vivia o melhor dos mundos, conforme anunciavam os discursos patrióticos do ex-operário.

Ah, doces tempos!…
(20/10/2016)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s