Home

palocci (12

Palocci sabe que é um arquivo que merece ser apagado.

Em 2001, Toninho do PT, prefeito de Campinas, foi assassinado a tiros. Até aí, os crimes acontecem.

Logo depois houve outro assassinato, de Celso Daniel, prefeito de Santo André, incumbido de promover os fundos para a Campanha de 2002, que elegeria Lula.

Há especulações que as duas mortes tinham relação com o esquema de propinas nas prefeituras do  interior de SP.

Mortes suspeitas, até hoje não esclarecidas, envolvem direta ou indiretamente a trajetória vitoriosa do PT em direção ao Planalto, em que reinou durante mais de 13 anos.

O PT, enquanto seita, com a divindade de que dispõe, quem o diz é Palocci, sem compromisso com a verdade, sem  pejo para mentir e tudo negar, vem provando desconhecer escrúpulos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s