Home

Cristiano Zanin 121

Que figurinha patética, parece até saído de uma computação gráfica.

Liderando a banca, está levando Lula para um beco sem saída, um labirinto de trapaças extraordinárias, uma comédia de erros, enxovalhando tristemente o outono do patriarca.

Nos primeiros encontros com o juiz Sérgio Moro o provocou, no limite da irresponsabilidade, quase agredindo, imaginando que ele aceitaria a estratégia, e assim acontecendo recorreria à Instância Superior, de tal forma que Lula escapasse da 13a Vara Federal de Curitiba.

Manobra primária.

Moro, muito mais preparado, longe de açodado como ele, não aceitou as provocações, e Lula continuou na república de Curitiba.

Por sucessivas vezes recorreu ao Tribunal Regional Federal da 4a Região, RGS – 2a Instância – tentando “melar” o processo.

Perdeu todas.

Desde a escolha de Dilma, Lula nunca mais acertou nos rumos de sua divindade, na leitura que legará à posteridade.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s