Home

sIMÃO PESSOA

Um gênio, um fora de série na difícil arte de elaborar pornografias, algumas com extrema piedade religiosa.

Millor Fernandes, que por sua infinita percepção não era chegado a elogios, a lero lero tão presentes entre autores, celebrou Simão Pessoa.

Nem sempre consigo concluir suas histórias, por chocado, por estarrecido, por inibido, por envergonhado.

Eis uma destas joias. Num tema tão explorado, tão banal, ele produz esta mini obra-prima. 

xxx

Como tenho poucos amigos e todos me conhecem, não costumo atender telefonemas com número bloqueado. Ou é político querendo afago ou neguinho fugindo da justiça. Não tenho simpatia por nenhum dos dois.

Hoje, pela primeira vez na vida, atendi um telefonema com número bloqueado. Achei que podia ser alguma lebre casada querendo me dar sem que o marido soubesse. É, às vezes sou otimista. Atendi.

Do outro lado da linha, um moleque de 16, 17 anos, começa a gritar e chorar, tudo ao mesmo tempo agora:

– Pai, fui assaltado agora! Me ajuda, me ajuda! Eles vão me matar!

Faço que não entendo ou que sou um velho lunático:

– Aconteceu o que, meu filho?…

O moleque repete, dessa vez aos gritos, aos prantos, beirando o desespero, a mesma ladainha anterior:

– Pai, fui assaltado agora! Me ajuda, me ajuda! Eles vão me matar!

Com minha melhor voz paternal possível, explico:

– Porra, meu filho, eu não já te falei pra parar de dar o cu pra gente que você não conhece?…

Do outro lado da linha, o moleque entra em pânico: 

– Não sou viado não, filho da puta! Vai tomar no cu!

E desliga.

O mundo é divertido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s