Home

Machado de Assis a

– Muitas coisas se diz melhor calado, pois o silêncio não tem fisionomia, mas as palavras sim têm muitas faces.

Querem mais;“Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho. Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!”

Ou então:“Há amigos de oito dias e indiferentes de oito anos.”

Ou, na lata : “É melhor, muito melhor, contentar-se com a realidade; se ela não é tão brilhante como os sonhos, tem pelo menos a vantagem de existir.”

Ou finalmente: – Eu gosto de olhos que sorriem, de gestos que se desculpam, de toques que sabem conversar e de silêncios que se declaram.

O muito da miséria, generosa, de minha vida, o devo aos meus pais, principalmente mãe, posto que meu pai cedo morreu, aos amigos, às pessoas e ao mundo de meu tempo.

Mas seria injusto não celebrar mais um aniversário de um homem a quem tanto devo, sem nunca ter podido sequer agradecer.

Como nenhuma alegria pública vale uma alegria particular, o reverencio pela riqueza universal que me concedeu com sua arte de mergulhar nos recônditos da imponderável alma humana.

Claro, estou falando de Machado de Assis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s