Home

janot-bottini

Rodrigo Janot deixa a PGR alvejado por todos os lados.

O repúdio à sua atuação é tão abrangente e robusto que associa o PT ao PMDB, entra na fila o PSDB, todo lampeiro, e na mídia e fora dela hoje é praticamente um meliante.

Cometeu vacilos, é inquestionável.

Conversar, num boteco, com caixas de bebidas no entorno, em Brasília, com o advogado de Joesley Batista, às vésperas de decisões dramáticas, convenhamos ter havido algo de podre no reino da Dinamarca.

Enquadrar o presidente da República atual, o empertigado Temer, e mais os dois anteriores, Lula e Dilma, como  Chefes de quadrilhas –  o que não deve ser mentira – convenhamos que se trata de suicídio no centro da Praça Pio XI, aqui no Jardim Botânico, no Rio.

Levar para julgamento a elite empresarial, e não menos a Caixa Preta do Judiciário, denunciar o Congresso como um Covil de assediados pela Justiça, aí, sim, podemos dizer que perdeu o senso.

É hora, portanto, de chamar a ambulância para o internamento, conforme  propõe Gilmar Mendes, e conforme foi feito com Simão Bacamarte, o médico supremo da obra machadiana.

E, no entanto, apesar de tudo isso, apesar de a partir de 2a feira caminhar solemente para o cadafalso, para a guilhotina de sua imagem profissional e humana,  ele, Rodrigo Janot, fez um bem danado ao povo brasileiro.

 

Certamente a História o absolverá

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s