Home

Renan e Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que desloca a cabeça sem em nenhum momento torcer o pescoço, hoje é de fato um personagem machadiano.

Aquele que vai ao enterro do tio, que nunca vira antes, mas que na ausência de parentes, lhe deixa uma imensa fortuna.

Externamente precisa chorar, revelar publicamente a dor, dizer a todos que se encontra inconsolável diante de tamanha perda.

Internamente segura a emoção para não explodir de felicidade.

Se Temer perde, e ele jura que assim não quer, vai lamentar publicamente que houve traição.

Em privado poderá ouvir, de seus pares, que presidência da República é Destino.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s