Home

Dos bastidores da TV para o ‘bodysurf’: carioca apaixona-se pelo esporte e disputa o Mundial

Quatro anos atrás, Francisca Libertad ganhou uma prancha de “handsurf” — modalidade de surfe com as mãos, parecida com o que chamamos de “pegar jacaré” —, mas, até pouco tempo, nunca tinha ido atrás de uma onda.

Há um ano, ela, que é assistente de direção de novelas da Globo, foi para a Costa Rica fazer um projeto fotográfico que mostraria o mar sob um olhar de quem está dentro d’água, e aproveitou, claro, para experimentar o brinquedo.

“Foi aí que minha relação com o mar virou do avesso”, conta. “Me fez ter uma perspectiva diferente de tudo que ele era”.

Resultado: a viagem, que era de um mês, acabou durando seis, tempo em que ela passava até seis horas por dia se jogando em ondas de até 2,5 metros. <SW,-16>Carioca, 39 anos, moradora do Leblon,

Chica tatuou as palavras cuidado e coragem (“É o que o mar me pede”) nas costelas e, a partir daí, passou a dedicar boa parte de seu tempo à nova paixão, geralmente, na Praia do Diabo.

E a intimidade que ganhou com o mar desaguou naturalmente na vontade de se juntar às pouquíssimas mulheres que se dedicam ao esporte.

“No Brasil, são só cinco”, contabiliza ela, que acaba de ficar em segundo lugar na etapa feminina do Itacoa Legends Bodysurfing World Cup, campeonato que segue com disputas masculinas até domingo em Itacoatiara, Niterói.

A imagem pode conter: 1 pessoa, óculos de sol e close-up

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s