Home

Lula e Eike

Nada hoje supera, em visibilidade e citações, a figura do corrupto.
 
Corrupção sempre houve, claro. Como agora, nunca antes se tivera notícia.
Ela hoje se aloja, de forma escancarada, em todas as áreas; políticos, empresários, poder judiciário, repartições públicas, delegacias, igrejas, partidos, e assim por diante.
Nenhuma área conseguiu vacina contra o vírus das bandalheiras e crimes. Não perdoou nada.
E, curioso, esta etapa superior da corrupção, quiseram as trapaças da vida, aconteceu no primeiro governo popular que o país elegeu.
 
Outra trapaça do destino; o coveiro de uma experiência socialista, com menos injustiça social, reduzindo as contradições e a luta de classe, sonhando, há décadas, com um mundo menos desigual, foi o Governo liderado por um ex-metalúrgico, Luís Inácio Lula da Silva.
O lulopetismo, em 13 anos de poder, deixou um legado de 12 milhões de desempregados, faliu a maior empresa estatal, produziu dois anos de recessão seguidos, e tornou-se, perante o mundo, o país líder da corrupção, numa parceria entre estado e grupos privados nunca antes conhecida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s