Home

gilmar mendesCuriosidades da história, velhacarias da vida.

A chapa Dilma/Temer está sendo julgada por uma iniciativa, lá atrás, há 29 meses, do PSDB, partido hoje que sustenta o Governo de Michel Temer.

Quando arquivado, por decisão de uma ministra, Maria Teresa Moura, então relatora, voltou ao plenário do TSE por iniciativa do ministro Gilmar Mendes, hoje presidente da Suprema Casa Eleitoral.

E, o que é pior, agora, Gilmar Mendes está tendo que desdizer tudo o que disse no passado, quando, em arrazoado contundente, pontificou que os crimes eleitorais praticados na eleição de Dilma/Temer não podiam ficar impunes, precisavam, em nome da ética, da lisura, serem investigados.

O povo ensina; a palavra é de prata, mas o silêncio é de ouro.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s