Home

Temer 1

O presidente Temer, mais que um pato manco, é um imenso legado da parceria vitoriosa PT/PMDB, que liderou a mais ostensiva malha de corrupção de que o país tem notícia.

Certo, ele é tudo isso, e muito mais, que por enquanto não sabemos.

Mesmo que não caia em curto prazo, e tudo leva a crer, mesmo flagrado em patifarias, Temer, para o bem do país, deveria concluir o mandato.

As medidas que seu governo persegue, são impopulares.

Nenhum candidato se elege em 2018 perseguindo as reformas da Previdência, Trabalhista, Política, Fiscal e tantas outras.

Por menos, vamos supor, FHC até hoje não se elege nem vereador, num município perdido do vale do Juruá, na Amazônia.

Elas são necessárias, se não as fizermos, o país não avança, não sai do buraco, e tanto é verdade, olhemos em torno; as nações menos injustas, socialmente, tiveram que fazê-las.

As que não as fizeram estão mergulhadas em desafios de sobrevivência e injustiça social.

Temer está desidratado, nunca foi flor que se cheirasse, cúmplice nos anos corruptos do Lulopetismo, não tem carisma, é empostado demais, e, no entanto, só um político com o seu contexto, pode fazer as reformas que o Brasil não pode mais adiar.

Temer hoje, um espectro nos corredores palacianos, com validade vencida politicamente, busca uma biografia.

Fazendo as reformas, ingressa na História, levará tempo para ser esquecido, e certamente viverá seus dias finais feliz, celebrando uma jovem esposa, uma flor, uma bela menina, uma orquídea de alienação política e cultural, assim nos parece.

Claro, este texto não pode ser lido por devotos.

Sua leitura, por um dogmático, é de causar nojo e desprezo.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s