Home

Lindbergh

Lindbergh Farias, senador pelo Rio de Janeiro (PT), caiu em desgraça. Virou dissidente.

Vai sentir, na própria carne, a experiência que seus camaradas de ontem viveram ao tempo de Stalin.

Exílio, esvaziamento, acusações lentas e persistentes, e finalmente a sentença definitiva; dissidente.

A experiência do Lulopetismo – os tempos são outros – não mais envia seus dissidentes para a Sibéria, tampouco os lança nos gulags do passado soviético.

Após brilhante – ninguém nega – atuação no impeachment de Dilma, onde liderou a bancada do PT no Senado com destemor, era justo que se sentisse com autonomia de voo, ousasse, quem sabe, até dialogar, discordar do Grande Guia.

Ontem, no Congresso Nacional do PT, em Brasília, ao insistir concorrer com a senadora Gleisi Hoffman à presidência do partido, ganhou a ira de Lula.

O que é uma desgraça, todos sabem. Ai dos que discordam do Grande Guia no partido.

Não foi chamado a sentar à mesa que presidia o Congresso, e Lula, publicamente, na cara dele, disse aos devotos que seu candidato era Gleisi.

Finalmente, a sentença definitiva, cochichou para os mais próximos, sentença maldita, pior que a Sibéria;

– Esse menino não tem futuro.

Todos sabem que no PT ninguém pode ter futuro sem o consentimento de Lula.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s