Home

Sergio Cabral - pai

Bem fez Sérgio Cabral, pai, cujas lembranças, para mim, ainda são vivas nos idos tempos alegres do Pasquim.

Fê-lo bem em ter se refugiado, em sua tragédia pessoal, doença perversa, na perda de memória.

No mais, o filho, Serginho, em sua volúpia de enriquecimento compulsivo, levou toda a família para o crime.

Esposa, ex-esposa, irmão, primos, parentes, amigos, ninguém conseguiu resistir às suas propostas de mergulhar, de cabeça, no universo temerário das bandalheiras.

A Justiça acaba de bloquear R$3,100 bilhões de bens de Sergio Cabral e sua esperta patota.

Bem fez o querido Sérgio, pelos caminhos perversos da vida, ter declinado assistir às patifarias do filho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s