Home

Bailes

Regido por uma banda  celebrada.

Momentos há em que são tantas as mulheres que os cavalheiros não dão conta do “aceita dançar?”

O que se vê, nos pisos sofisticados, deslizantes, são duplas de mulheres, rodopiando, com passos, belíssimos, articulados, e um número humilhado de homens, no sufoco, não dando conta da demanda.

Há pouco, nos bailes de paxiuba, animados por sanfona, pratos de alumínio e reco-reco, regados a cachaça e muita peixeira, nos sertões isolados da Amazônia, a situação era outra.

Os sanfoneiros tocavam, homens com homens se enroscavam, não havia mulheres suficientes, agarradinhos, sob o estridente acorde dos instrumentos, sem medo, sem pejo, doce alegria, todos se querendo de coração derramado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s