Home

Lula e dona Marisa

No passado, seus acólitos o sabem, Lula nunca teve pejo em abandonar, jogar ao mar, companheiros e amigos feridos no transcorrer e calor dos embates.

E não foram poucos.

Recentemente, já no enterro de dona Marisa Letícia, ele não poupou sequer a sacralidade do momento, e produziu uma peça, um discurso político.

Agora, interrogado em Curitiba, foi mais longe; se houve negociações com a OAS, quem as fez foi Marisa, ele de nada sabia.

Nadinha.

Aprofundou; embora não gostando de praia, confissão que ele fez, Marisa estabeleceu seu interesse pelo tríplex, quem sabe, talvez por querer investir.

Dona Marisa que em vida foi uma esposa recatada, depois de morta é alçada a um patamar desconhecido, capitalista.

Investidora, preocupada em acumular bens, ganhar investindo, e decidindo o que se devia ou não adquirir no âmbito da família, no entorno de um ex-presidente da República.

A que ponto chega a ambição quando se persegue, a qualquer preço, o poder.

Lula, temos quase certeza, é uma personagem clássica da lenda alemã; Mefistófeles.

Em busca de seus fins, não tem nenhum constrangimento, pejo, em negociar, pelos meios mais deploráveis, sua alma com o Diabo.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s