Home

Former Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva speaks during a Workers' Party meeting regarding the National Act for Education, in Brasilia

A cada balde que se retira, mais difícil fica o recolhimento do que se persegue no fundo do poço.

A cada dia, a cada semana, o que restava praticamente se esgotou.

Água não há mais.

A pretensa metáfora é uma homenagem ao sofrimento de uma gente que no passado ele profundamente deve ter conhecido.

Há que ser incendiado de paixão para desacreditar no que se está sendo revelado em torno de Lula e de sua família.

Foi dito e protestado, inclusive na Justiça, que Lula sofria uma perseguição cruel de Sérgio Moro e dos procuradores do MPF.

São tantas as revelações, de diferentes procedências, que se pode garantir, com absoluta segurança, que o grande inimigo, o perseguidor cruel, insaciável, o hediondo algoz de Lula, são os fatos.

Os fatos sempre foram implacáveis na narrativa dos mentirosos, na crônica dos que tentam fugir à verdade.

Bem nos dizia Eça; sobre a nudez forte da verdade o manto diáfano da fantasia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s