Home

ayres_britoAlgo deve mudar para que tudo continue como está, foi o que disse, se a memória não me trai, Tomasi de Lampedusa, em sua clássica obra, O Leopardo.

Ayres Britto, ex-presidente do STF, a quem o país deve, também, o mensalão, o início do cartão vermelho para Lula e o PT, lembra que “todo poder emana do povo”.

E vai ao alvo, em entrevista ao Estadão.

– Pela lista fechada, o candidato vai ficar situado entre o eleitor e o partido, isso não é soberania popular, é soberania partidária. Se você colocar o partido como representante do povo, você substitui a democracia pela ‘partidocracia’.

Bem, dá para imaginar o que vai acontecer. De novo, absolutamente nada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s