Home

Quinto do Ouro

Certo, direis, a PF vem cumprindo um papel – deter os titulares de propinas e outros achaques – que faz o povo acreditar numa Justiça para todos.

Não menos interessante são os nomes escolhidos para nomear as operações de busca e e apreensão.

“Quinto do Ouro” é um achado histórico valioso.

A Coroa portuguesa cobrava esse imposto desde o século XVI, mas foi no Brasil, a partir do Ciclo mineiro, que ele se notabiliza e produz a Inconfidência Mineira. 

A PF além de prender, está prestando um valioso serviço cultural a uma nação sem memória. Brava e educativa PF.

 

A Coroa exigia 20% de todo o ouro encontrado, o que terminou gerando conspiraçoes e revoltas entre os mineradores.

 

No caso agora da operação em curso, façamos justiça, nossos conselheiros do Tribunal de Contas do estado, foram mais sensatos, menos vorazes, mais equilibrados, já que não há notícia de nenhuma propina acima dos 5% do total da obra.

 

Bem, 5% era para o ex-governador Sérgio Cabral, certamente mais guloso, certamente mais carente, certamente mais voraz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s