Home

Alckmin e Doria

A fila anda e crescem as expectativas da viabilidade de João Doria alçar voo – sim, ele é tucano, pode voar – em direção à presidência da República em 2018.

Não tem, é o que consolidou sua eleição à prefeitura de SP, perfil de político, não está mencionado na Lava-Jato, não consta em nenhum inquérito, e se apresenta como alguma “coisa” nova.

A polarização política vivida pelo país, a herança deixada pelo lulopetismo, a demonização da política, o que é um erro, são nutrientes ideais para o surgimento de um salvador da pátria, um oportunista, e o Brasil, e não menos a América Latina, conhece doidamente essa história.

Alckmin já sentiu o cheiro de enxofre, aprofunda suas visitas ao Nordeste, onde canta como resolveu, milagrosamente, a questão da água em SP, e insiste em lembrar, ao próprio Doria, que ele é o nome ideal para substitui-lo governando o mais importante estado da federação.

Para Alckmin, tudo somado, gato escaldado tem medo de água fria.

2 pensamentos em “Alckmin e Doria: gato escaldado tem medo de água fria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s