Home

carnaval-homens-2

E agora José?

A festa está acabando, os sonhos se derretendo, a condição de reis, rainhas e deusas se despedindo, o mundo real retornando.

Hoje, 3a feira, é o dia da hora da loba, da onça beber água, quem comeu, comeu, quem não comeu, que espere o próximo Carnaval.

Bem, restam as semeaduras, os zaps trocados, a expectativa de retorno de promessas prometidas.

De verdade o sonho acabou.

É hora de voltar à portaria dos prédios, às lojas de comércio do Saara, aos trens da Central, à estupidez de uma vida miserável, à faxina dos apartamentos de luxo, acuados pela sobrevivência, por um mundo marcado pela torcida ao time eleito, aos fins de semana com churrasco nas lajes, à vida conjugal minada pelas banalidades.

Adeus à celebração do sambódromo, onde ricos, bacanas, homens poderosos, se curvam e aplaudem o som de seus tamborins, seus ritmos, suas curvas e pernas, seus gingados, suas belezas coreográficas.

A hora da loba chegou.

Euforia por viver, a graça da vida, a condição de deuses e deusas, brilhando nas passarelas do mundo, só no próximo Carnaval.

Até lá, a vida pode continuar sendo besta e estúpida, apesar das alegrias do dia a dia, sempre enganosos, tripudiando na esperança dos excluídos, mascarando a luta perversa pela sobrevivência.

Até o Carnaval de novo voltar. 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s