Home

hidreletricas

hidreletricas-1

As duas fotos registram o mesmo local. Estamos vendo uma das belíssimas, já não é mais, cachoeiras, são quase 100, no município de Presidente Figueiredo, no estado do Amazonas.

Vejam os efeitos da estiagem, atualmente, nessa região.

Os moradores atribuem à barragem de Balbina, um dos maiores desastres ecológicos, produzidos nos anos da ditadura, destinada a construir uma hidrelétrica, a situação atual de desaparecimento das águas.

Corria a primeira metade dos anos 70, e lá estive por demorados meses, era o início desta obra criminosa. Estive na condição de repórter. 

Concluída, não produziu sequer 10% da energia prometida para abastecer Manaus.

Balbina, como todos sabem, é uma hidrelétrica que invadiu território indígena – Waimiri/Atroari – e ocupou uma área maior que a capital de São Paulo.

Curioso é que até hoje, apesar de todos esses desastres, o Governo insiste em construir novas hidrelétricas na Amazônia. 

Somos um povo condenado a nos repetir, desastradamente.

(agosto/2015)

Um pensamento em “Hidrelétricas na Amazônia

  1. À época, os milicos queriam abastecer Sáo Paulo. Aliás, local de péssimos exemplos.
    Está na hora de criarmos um tribunal para crimes ambientais. Sei lá.
    O povo brasileiro, em todas as classes sociais continua varrendo o lixo de dentro da casa pra rua. E fica feliz. A casa tá limpinha.

    E daí… Pra paulistano, que tem em sua dieta matinal coxinha de galinha com quetichupi e coca coca na padaria, a Amazonia é muito longe.

    “Tem nada com isso, ô meu”

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s