Home

balcas

teori-enterro

Desde o início do século passado, os povos da região dos Bálcãs pelejam.

Nela têm guerreado Sérvia, Montenegro, Bulgária, Grécia, Romênia, Turquia, principalmente após o fim do Império Otomano, ao tempo da primeira Grande Guerra.

Já no final do mesmo século, voltaram a se enfrentar, e até hoje perseguem sarar as feridas étnicas, políticas e religiosas deixadas pelos conflitos recentes.

Curioso é que nos intervalos dessas guerras as populações vivem fraternalmente, envolvendo católicos, muçulmanos, judeus, e assim por diante.

Tão logo tem início os conflitos, os ódios explodem.

Mantidas as profundas diferenças, desconfio que o Brasil começou a viver alguma coisa parecida.

Quando Floriano Peixoto, lá na Velha República, tirou a espada das armas do pescoço do país, não gerou, posteriormente, nenhuma pirâmide de ódio.

Quando a ditadura Vargas foi varrida, a população brasileira revelava dissidências, mas não ódios.

Quando a última ditadura militar teve que pedir para sair, houve festa, e durante ela quase uma unanimidade de repúdio nacional.

Quando Collor foi obrigado a pedir para sair, houve dissidências, e, no entanto, nada relevantes.

E, no entanto, desde a ascensão do Lulopetismo, principalmente a partir de 2005, quando emergiram as malfeitorias do PT com o Mensalão, os ovos da serpente começaram a chocar.

Hoje temos um país dividido, por enquanto sem confrontos armados, mas não nos assustemos se os conflitos se agravarem.

O discurso de Lula e seus seguidores, do “nós contra eles”, já foi semeado, e um clima de ódio pontua hoje as relações de parcela visível do povo brasileiro.

Principalmente de sua elite cultural, acadêmica e partidária. Estamos falando da classe média.

Pode dar merda.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s