Home

temer-e-ministro-alesandre-de-morais

Olhando com atenção – nem precisa perseguir o detalhe – onde de resto o diabo costuma se esconder, assistimos a uma ostensiva saída do armário.

Temer não esperou sequer o Carnaval começar, e, ostensivamente, fez a opção preferencial, à luz do Sol, pelo derretimento da Operação Lava/Jato.

Dilma precisava sim, pedir para sair, posto que um país do tamanho e importância do Brasil não pode ter uma pessoa tonta o governando. Sim, ela caiu pela economia, que é de fato quem derruba governo.

Claro que somada ao conjunto da obra do lulopetismo.

Temer, repitamos, antes do Carnaval chegar, rasgou a fantasia, e decepciona os poucos que acreditaram que as belas flores nascem da lama. PT e PMDB responderam por quase 14 anos de governança una e indissolúvel.

Lobão na CCJ do Senado, Renan Calheiros presidindo o partido que antes fora seu, Alexandre Moraes no Supremo, Moreira Franco com foro especial, traduzindo tudo isso, e muito mais, em miúdo, Temer rasgou a fantasia antes do Carnaval começar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s