Home

fh-abre

“Toda toalha de seda tem sua franja de algodão.”  FHC vai a Lula chorar junto a morte da companheira do ex-presidente.

Nada mais urbano, nada mais civilizado. FHC é, e sempre foi, um gentleman. 

FHC não deve ignorar a parceria que se costura, a cada dia, do seu PSDB com o PMDB de Temer, cujo estado-maior está inteiramente citado, ele próprio inclusive, nas colaborações premiadas das grandes multinacionais brasileiras.

Ele hoje foi mais longe; ouvido pelo juiz Sergio Moro, arrolado como testemunha de defesa de Paulo Okamoto, jogou um aceno generoso na direção de Lula: ” Presidente  não sabe de tudo o que acontece”.

Que nenhum Chefe de estado sabe de tudo que se passa em seu Governo, é chover no molhado, reproduzir um grande clichê.

E, no entanto, tal defesa de FHC, generosa, é o que vem dizendo Lula desde pequeno, quando ainda jogava peteca na terras secas dos sertões de Pernambuco, é mais doce que a 9a Sinfonia de Beethoven aos ouvidos do Grande Guia, se, na melhor das hipóteses, ele gostasse dos clássicos, e quem sabe, suportasse ouví-los.

FHC não deve, não pode, por óbvio, ficar longe do “acordão” para melar a Lava/Jato.

Enfim, toda toalha de seda tem…o resto vocês sabem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s