Home

edson-fachin-1

Que ninguém nos leia, tampouco nos ouça.

Mas o ministro Edson Fachin, que sequer pertencia a 2a Turma do STF, é deslocado na véspera, no grito, deixando para trás ministros mais antigos, e termina sendo o escolhido, atropelando, por “sorteio”,  nomes como Toffoli, Lewandowski e Gilmar Mendes? 

Ou Deus é brasileiro, ou então estamos diante de mais um acontecimento inexplicável, mergulhado no imponderável, tão estranho quanto o “acidente” que matou Teori Zavasckie.

O colunista Merval Pereira não descarta os algoritmos. Outra excelente teoria conspiratória.

Se tudo isso não passa de teorias conspiratórias, próprias do autor destas mal traçadas,  tenhamos certeza que Deus existe, e que de fato é brasileiro.

Há muito tempo, as mulheres e homens de bem, maioria em Pindorama,  não respiravam tão aliviados, de forma tão graciosa.

O sorteio de Edson Fachin para substituir Teori Zavaskie na relatoria da Lava-Jato, a mais importante operação de varredura que o país já viveu em cinco séculos de existência, numa disputa de “porrinha” onde só faltaram os palitos, que quase nos faz regredir décadas e anos, é um acontecimento que enternece, nos devolve esperança, faz o povo novamente acreditar.

Caminhando em direção ao Joia, onde costumo desfrutar de duas “canoas” e uma média escura, depois da piscina, um bêbado, na sargeta, vociferava; ” viva Carmen Lúcia, via o povo brasileiro.”

2 pensamentos em “Estranho, muito estranho” o “sorteio” de Fachin para substituir Zavasckie

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s