Home

nelson-rodrigues

Otto Lara Resende foi um grande parceiro de Nelson Rodrigues, embora sofrendo, enquanto viveu, buillying, do amigo. Armando Nogueira, contemporâneo e amigo dos dois, conta uma deliciosa história, segundo no narra o banqueiro Paulo Nogueira Batista.

Nelson, todos sabem, nunca perdoou os exageros e simplificações da esquerda, afora ter criado uma galeria perversa de seres humanos canalhas: Granfina das narinas de cadáver, Sobrenatural de Almeira, Cabra Vadia, o mau caráter Palhares, Padre de passeata, e assim por diante.

Certa feita Otto o advertiu: você está atacando demais as esquerdas.

– Você acha que corro o risco de levar um tiro? 

Otto concordou. Nelson fica pensativo e pergunta mais; “se eu morrer você escreve a meu respeito?” Otto confirma.

E o Nelson Rodrigues, que nunca primou pelo comedimento, e carência de dedos, exibindo narinas ofegantes, feliz, enfatiza: “mas exagera, viu Otto, exagera”.

PS – Resgato, essa história, a respeito da imensa dor, pungente, sofrida, exagerada, excessivamente exagerada, que não poucos canalhas estão exibindo com a morte do ministro Teori Zavascki.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s