Home

ditadura-militar

Há, neste momento, um profundo sentimento de frustação, em todo o país, é o que nos parece, por óbvio.

No entanto, perdemos uma batalha, grave, contra inimigos dissimulados, farsantes, poderosos, mas não perdemos a guerra.

A guerra contra o país velho, dos coronéis, das corporações, das bases partidárias aliadas, dos sindicatos corruptos, dos empresários bandidos, aliados a partidos populares, dos líderes populistas demagogos, prossegue, e vai sim, caminhando.

Há recuos, há frustações, há perdas, mas nunca, em toda a nossa História, o país viveu e continua vivendo, momento tão virtuoso.

Basta mirar nos presídios.

A perplexidade de um cidadão do bem, como Sálvio Montenegro, levantando a hipótese de um Governo militar, merece, sim, ser conversada.

Militares no poder, nunca.

Nas ditaduras se rouba, se recebem propinas, o instituto do habeas corpus, uma conquista da civlização é deletado, o povo deixa de votar, a soberania do país é delegada a um grupo de iluminados, de botas, ou a um Chefe único, e por último, não tanto por último, prende-se sem mandato, a tortura se generaliiza, e a morte, assassinato dos adversários, nos porões das botas e tanques, se banaliza.

Compreendo, Caríssimo Sálvio, sua sinceridade, que é a de muitos brasileiros, mas posso garantir que a ditadura, seja de direita, seja de esquerda, é o pior dos mundos.

Certamente uma das poucas coisas na vida, no meu caso a única, em que tenho certeza: “militares no poder, nunca”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s