Home

geddel

Adentrar numa igreja, numa casa, num palácio, ou em quaisquer outros espaços, é sempre um gesto revelador.

E, no entanto, saber sair não o é menos.

Marcelo Calero, ex-ministro da Cultura, não saiu atirando, apenas, no que fez muito bem, mas acima de tudo, revelando.

Deu transparência à cultura do abuso do poder, ao patrimonialismo dominante do governo passado, e de tantos outros, e, se mais não fosse, ao tráfico de influência da administração Temer.

E, curioso, na figura de uma personagem herdada do ancien regime, o conhecido Geddel Vieira Lima, símbolo de tantas coisas, e, pelo que se sabe, poucas positivas, e que continua dando as cartas no Governo Temer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s