Home

delegada-monique-vidal

Doze pessoas, digam-se bandidos, foram condenadas ontem pela juíza Daniela Barbosa, por crimes de abuso e exploração sexual de adolescentes entre 8 a 14 anos, no município de Campos, RJ.

Os crimes aconteceram entre maio de 2008 e maio de 2009, e entre os detidos consta o ex-deputado federal Nelson Nahim, irmão do ex-Governador Antony Garotinho.

Vejam o temor ao grupo; 17 juízes haviam recusado julgar o caso.

No episódio famoso do massacre de Carajás, quando foram fuzilados 21 agricultores, do MST, em 1996, também quase duas dezenas de juízes recusaram julgar os soldados e oficiais da PM do Pará, responsáveis pelos assassinatos.

No caso de Campos, agora, foi essa valente juíza, Daniela Barbosa, que ousou não ter medo.

Aqui na orla marítima da zona Sul do Rio, temos uma delegada, Monique Vidal, que tem mandado para a cadeia filhinhos de papai, poderosos, endinheirados, celebridades. 

No episódio recente do estupro de uma menor, numa favela, aqui no Rio, foi preciso substituir o delegado, que duvidou do estupro, por uma delegada, que encarou e está mandando para a cadeia vários traficantes envolvidos no crime.

Tanto os jovens procuradores do MPF, como os jovens delegados da PF, os jovens juízes de 1a instância, as jovens titulares de delegacias policiais, todos, estão trazendo um sopro de renovação, crença e confiança na Justiça.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s